A pitanga-do-cerrado

Uma vez estava andando em terreno abandonado (bem degradado) localizado em Itapetininga, interior do estado de São Paulo, e me deparei com uma planta com cerca de 50 cm de altura, carregada de frutos com forma e gosto muito semelhante ao da pitangueira (Eugenia uniflora). Próximo dessa planta também havia pequenos arbustos com tronco retorcidos e com casca grossa, e alguns exemplares de pequizeiro. Devido a isto, tive a certeza de que aquele local um dia foi um cerrado típico ou um campo cerrado. Como não conhecia a espécie em questão, fiz buscas na internet usando como palavra chave “pitanga-do-cerrado” devido à semelhança com a pitangueira e por estar localizada no ambiente de cerrado. Descobri que se tratava da seguinte espécie Eugenia pitanga?.

Vista da pitanga-d-cerrado, o sabor do fruto lembra o da pitangueira (Eugenia uniflora), porém é bem mais doce.

Vista da pitanga-d0-cerrado, o sabor do fruto lembra o da pitangueira (Eugenia uniflora), porém é bem mais doce.

Coletei algumas sementes e as coloquei para germinar, a germinação levou cerca de 50 dias. Quando fui passar as plântulas para embalagens individuais, me espantei com o comprimento de seu sistema radicular, a raiz da pitanga-do-cerrado é muito maior que o seu caule. Tal fato me fez lembrar a seguinte frase: “o cerrado trata-se de uma verdadeira floresta de cabeça para baixo”.

Plântula e sistema radicular da pitanga-do-cerrado (Eugenia pitanga).  Verifica-se a superioridade do tamanho do sistema radicular em relação ao caule.

Sistema radicular da pitangueira (Eugenia uniflora).

Plântula e sistema radicular da pitangueira (Eugenia uniflora). Verifica-se que há um certo equilíbrio de tamanho do sistema radicular e o caule. Diferente da pitanga-do-cerrado, a pitangueira é de uma região que não passa por estresse hídrico severo, dessa forma não necessita de um sistema radicular muito profundo para captação de água.

Assim como a pitanga-do-cerrado, diversas espécies vegetais do bioma cerrado driblaram a falta de água durante boa parte do ano, através de seus profundos sistemas radiculares que lhe permitem captar água armazenada em profundas camadas do solo.

Pitanga-do-cerrado (Eugenia calycina)

Pitanga-do-cerrado (Eugenia pitanga?).

A pitanga-do-cerrado é uma planta arbustiva com altura que varia de 50 cm a 1,2 m, frutifica durante os meses de novembro e dezembro, pode ser utilizada para recompor ambientes degradados de cerrado; além disso, por ser bastante ornamental e produzir frutos muito saborosos, pode ser empregada com sucesso no paisagismo – é ideal quem quer ter uma planta frutífera e mora em apartamento ou casa com quintal pequeno.

Felipe Furtado Frigieri

Sobre Felipe Furtado Frigieri

Engenheiro florestal graduado pela ESALQ-USP. Interessado em discutir temas relacionados a arborização urbana, restauração florestal de ambientes degradados, horta urbana, reciclagem, criação de abelhas nativas, entre outros. @felipefrigieri
Esse post foi publicado em Agricultura urbana, Conhecimento, Quintais, Restauração Florestal, Tema Livre. Bookmark o link permanente.

29 respostas para A pitanga-do-cerrado

  1. Flavio. disse:

    Muito legal esta planta, pitanga do cerrado, eu ainda não tinha ouvido falar, quero ver se a encontro aqui em minha região geográfica para colher sementes, ou ver se há sementes para comercialização para comprar. E quero plantar alguns pés de pitanga do cerrado no quintal de minha residência.

    Curtir

  2. Vania Terezinha de Souza disse:

    Felipe, você não tem mudinhas dessa plantinha pra eu plantar aqui em Araxá, sou apaixonada pelo Cerrado , tenho gabiroba, pitanga, uvaia e outras plantadas num terreno meu. Obrigada!!

    Curtir

  3. Divino de Carvalho disse:

    Esta fruta da foto não é a Pitanga do Cerrado

    Curtir

  4. Olá Felipe.
    Também me interesso por essas plantas do cerrado, principalmente as frutíferas.
    Olhando a foto que você postou creio que se trata da espécie Eugenia pitanga que tem o fruto idêntico à Eugenia uniflora, mas é um arbusto do cerrado.
    A espécie Eugenia calycina, também do cerrado, apresenta o fruto mais alongado lembrando um pouco a cerejeira-do-rio-grande (Eugenia involucrata).
    De uma olhada nesse link que tem foto da Eugenia calycina e veja o que acha:

    De qualquer maneira tente fazer mudas dessas plantas interessantes.

    abs
    Leonardo

    Curtir

  5. anderson vilela de figueiredo disse:

    Olá Felipe.Procuro por uma pitanguinha vermelha amarelada pouco maior que uma pimenta cumbarí.arvore media/alta e magrela.Vç conhece? Onde posso comprar muda(s)?Att, Anderson.

    Curtir

  6. Edirley Viana Vieira disse:

    Moro em Amambai – MS
    Aqui temos vários frutos do cerrado, e no período de coleta da guavira encontramos muito a pitanga vermelhinha e saborosa.

    Curtir

  7. nando cruz disse:

    que se interresar tenho sito e uma grande area nativa de pitanga em corginho ms moro em campo grande ms tenho tanbem boca boa didal e goiaba branca doce do cerrado etc etc de arvores e frutos do cerrado etc

    Curtir

  8. Sandro disse:

    Tem mais imagens?

    Curtir

  9. Ravick disse:

    Olá, eu procuro por sementes desta espécie há muito. Terias sementes para vender/trocar/doar? Eu posso trocar por espécies do sul do país. Sempre me surpreendo com o fato da Eugenia pitanga ser tão difícil de se achar à venda hoje em dia, com as facilidades da Internet. É uma (de muitas) espécies raras que merecem ser multiplicadas e popularizadas. =/

    Curtir

  10. varney medeiros disse:

    gostaria de saber para que serve o propolis da abelha jatai?

    Curtir

  11. varney medeiros disse:

    sou de igarape mg , aqui tem muitas pitangas do serrado .

    Curtir

  12. Edson disse:

    Bom dia,em minhas caminhadas pela orla da praia do Forte em Cabo Frio achei uma espécie que julgo ser uma pitangueira,porém o fruto é enorme,+- o tamanho de umas cinco pitangas juntas,ou de um limão graúdo,enorme,cheiro adocicado da pitanga,folhas com um leve cheiro da pitangueira,mas não coloquei na boca com medo,vcs sabem se é realmente uma pitanga ?! Fiz até um vídeo mas não sei como mandar por aqui.

    Curtir

  13. rodolfo disse:

    Esses dias tive a oportunidade de andar num campo cerrado em Sorocaba e encontrei, além de um monte de outras frutíferas, uma pitanga do cerrado com um monte de frutas maduras. Plantei as sementes e consegui fazer duas mudas. Elas estão brotando mesmo em meio a este frio do meio do inverno. Esta fruta é ainda mais saborosa do que a pitanga de árvore. Começa a dar frutas já com um ano de idade.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s